"UM CANDOMBLÉ RUIDOSÍSSIMO, INCOMODANDO TODO O DISTRITO E A REPRESSÃO DESTE DIVERTIMENTO PROIBIDO” -

O CANDOMBLÉ NA SALVADOR DA VIRADA DO SÉCULO XIX PARA XX (1890 – 1910)

Autores

  • Danilo da Silva Ramos a:1:{s:5:"pt_BR";s:11:"UFMG/PPGIEL";}

Palavras-chave:

Candomblé, Negritudes, Lazer, História

Resumo

Este estudo analisa o Candomblé em Salvador, na virada do século XIX para o XX, entre os anos de 1890 e 1910, utilizamos como fontes, os periódicos disponíveis do período, documentos oficiais do estado (legislação) e o censo populacional. Durante o trabalho abordaremos como tema central o Candomblé e as relações subjacentes à prática como as negritudes, a repressão policial, os valores morais da classe dominante e o racismo entre outros. As fontes foram coletadas em arquivos físicos, como a Biblioteca do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia e a Biblioteca Central do Estado da Bahia, além de periódicos disponíveis na Hemeroteca Digital Brasileira. O estudo destaca a resistência das comunidades religiosas afrodescendentes frente à repressão, mantendo viva a tradição cultural e espiritual do Candomblé. Contribui para a compreensão da história e cultura afro-brasileira, reconhecendo o Candomblé como uma expressão vital das negritudes e uma fonte de resistência, buscando contribuir para a inclusão dos estudos que marcam as negritudes no lazer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2024-01-31

Como Citar

da Silva Ramos, D. (2024). "UM CANDOMBLÉ RUIDOSÍSSIMO, INCOMODANDO TODO O DISTRITO E A REPRESSÃO DESTE DIVERTIMENTO PROIBIDO” -: O CANDOMBLÉ NA SALVADOR DA VIRADA DO SÉCULO XIX PARA XX (1890 – 1910). Revista Brasileira De Estudos Do Lazer, 10(03), 56–77. Recuperado de https://www.periodicos.ufmg.br/index.php/rbel/article/view/48319