QUANDO O RACISMO INCORPORADO É COLOCADO EM CAMPO NO FUTEBOL, AS AÇÕES RELATIVAS À HUMANIDADE SÃO CONVOCADAS AO JOGO

Autores

Palavras-chave:

Futebol, Racismo, Incorporação, Humanidade

Resumo

O futebol é considerado como um fenômeno sociocultural que envolve uma participação significativa da população, contribuindo para a formação da própria identidade brasileira, além de instituir-se, em alguns casos, como um elemento de organização das rotinas pessoais e familiares, tendo em vista a programação dos jogos. Como um espaço de lazer, o futebol, nos últimos anos, no que se refere ao contexto de discriminação racial, tem testemunhado uma intensificação das tensões sociais, nas quais as manifestações de violência acontecem em situações diversificadas. O presente artigo tem como objetivo contribuir não apenas com reflexões e discussões, mas com futuras proposições que avancem na implementação de políticas públicas que tratem da cultura de violência instituída e do racismo no futebol disseminados e propagados, visando a uma transformação baseada em uma educação humanizada. O texto apresenta a temática sobre a cultura de violência no futebol abordando os processos relacionados aos insultos no espaço futebolístico, trazendo uma discussão relativa à dimensão do incorporado, como o que é considerado como o próprio corpo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2024-01-31

Como Citar

Corrêa Medina, A. M. (2024). QUANDO O RACISMO INCORPORADO É COLOCADO EM CAMPO NO FUTEBOL, AS AÇÕES RELATIVAS À HUMANIDADE SÃO CONVOCADAS AO JOGO. Revista Brasileira De Estudos Do Lazer, 10(03), 21–37. Recuperado de https://www.periodicos.ufmg.br/index.php/rbel/article/view/48545